Anri Sala no Rio

Em cartaz

04.09.15

Nesta sema­na o artis­ta alba­nês Anri Sala, que terá uma expo­si­ção no IMS-RJ em 2016, este­ve no Rio de Janeiro. Sala, nas­ci­do em 1974, em Tirana, na Albânia, hoje vive e tra­ba­lha e Berlim. Sua obra abran­ge diver­sas mídi­as, como ins­ta­la­ção, vídeo, expe­ri­men­ta­ções sono­ras e foto­gra­fia. Realizou mos­tras em ins­ti­tui­ções de gran­de rele­vân­cia, como o Centre Pompidou, a Serpentine Gallery e o Museum für Moderne Kunst, além de par­ti­ci­par de expo­si­ções como a Manifesta e a Bienal de Veneza.

Anri Sala no Rio de Janeiro

Anri Sala no Rio de Janeiro

Um dos obje­ti­vos da visi­ta foi minis­trar um workshop de dois dias que inau­gu­ra o recen­te con­vê­nio de coo­pe­ra­ção entre o Instituto Moreira Salles e a PUC-Rio. Com dois dias de dura­ção, Play, Cut, Mute explo­rou as rela­ções entre som e espaço/arquitetura atra­vés de uma expe­ri­ên­cia de “escri­ta sono­ra” em um íco­ne da arqui­te­tu­ra moder­nis­ta cari­o­ca, pro­je­ta­do por Affonso Eduardo Reidy: o con­jun­to habi­ta­ci­o­nal Marquês de São Vicente, na Gávea, mais conhe­ci­do como “Minhocão”.

O artis­ta tam­bém rea­li­zou visi­tas téc­ni­cas com a equi­pe do Instituto Moreira Salles e par­ti­ci­pou de um deba­te com Arto Lindsay.

Conjunto habitacional Marquês de São Vicente, o "Minhocão"

Conjunto habi­ta­ci­o­nal Marquês de São Vicente, o “Minhocão”

Alunos do workshop caminham sobre o túnel acústico

Alunos do workshop cami­nham sobre o túnel acús­ti­co

, , , , , , , , ,