André de Leones

Mapa da dor

André de Leones

02.03.17

A seção Primeira Vista publica todo mês textos de ficção inéditos, escritos a partir de fotografias selecionadas no acervo do IMS. O autor escreve sem ter informação nenhuma sobre a imagem, contando apenas com o estímulo visual. Neste março, André de Leones foi convidado para escrever sobre uma foto de Vincenzo Pastore.

DeLillo e a qualidade narrativa do dinheiro

André de Leones

05.09.12

Cosmópolis está distante da excelência de Ruído Branco (1985) ou da monumentalidade de Submundo (1997), as obras mais festejadas do autor, mas merece ser lido ou relido, dentre outros motivos, porque parece ter mais a nos dizer hoje do que há nove anos.

Um céu tomado por corpos

André de Leones

18.07.12

Quando me disseram que o tema da conversa seria a morte e as formas como eu e os outros dois autores convidados a abordamos literariamente, abri um sorriso bobo. Não só pelo fato de o meu romance mais recente, Dentes negros, ter a pretensão de ensejar um passeio pela tal finitude, mas também porque a minha própria relação com a escrita é contaminada e animada por uma espécie de consciência da transitoriedade.