serrote

serrote 25

Guilherme Freitas

15.03.17

Neste março as livrarias recebem a nova edição da revista de ensaios do IMS. Dentre os destaques, ensaios de George Steiner, Megan Marshall, Guilherme Freitas, João Bandeira e outros.

O escritor como leitor

Equipe IMS

11.01.17

Witold Gombrowicz fez dos anos vividos em Buenos Aires um marco secreto na história da crítica cultural. Leia ensaio de Ricardo Piglia (foto), morto na última sexta-feira, publicado na serrote 21.

Brasil trágico

Equipe IMS

12.12.16

Na estreia de Resenhas no site da serrote, Guilherme Freitas escreve sobre Breviário do Brasil, que reúne textos da portuguesa Agustina Bessa-Luís sobre suas viagens pelo país.

Anônimo, vanguarda, imperceptível

Equipe IMS

16.11.16

Um aperitivo da serrote #24, em breve nas livrarias: A crise da democracia e da representação impulsiona o ativismo de código aberto, que prescinde de lideranças explicitamente identificadas ou estruturadas. (Rodrigo Nunes)

Literatura de esquerda

Fabio Montarroios

26.09.16

Por uma literatura que não pense em público, crítica, circulação, posteridade, tese de doutorado, sociologia da recepção, contracapa, tapinha no ombro. (Damián Tabarovsky)

Pai país mãe pátria

José Carlos Avellar

08.08.16

No cinema brasileiro dos anos 1960, o político e o social desfocavam a família, que nas produções do final dos 1990 assume o protagonismo, encarnando nos indivíduos os dramas do coletivo. Leia um trecho de Pai país mãe pátria, livro inédito de José Carlos Avellar sobre as representações familiares no cinema brasileiro, que o IMS publicará em 2016.

Uma breve história natural da urna

Renato Lessa

01.08.16

Não tem mesmo jeito. Nos tempos que correm, o termo “urna”, antes de evocar o belo “Ode sobre uma urna grega”, de John Keats, dirige-nos ao coração da política, na suposição de que algo equivalente ao órgão pode ser encontrado em meio ao ofidiário. A palavra “urna” denota o ritual pelo qual um conjunto de seres humanos expressa-se politicamente, ao designar quem o governará ou representará. A associação da palavra com a coisa naturalizou-se; parece mesmo que foram feitos um para o outro: tudo passa pela urna, sem ela não há política.

Devíamos ter ficado em casa?

Paulo Roberto Pires

21.07.16

"Ah, a realidade, esse detalhe que por vezes trava a boa consciência e muitas vezes os debates mais intelectuais. Só nos restava, ali, ir atrás de uma festa de vallenatos, gênero musical que, na semana seguinte de nossa volta, foi considerado patrimônio imaterial pela Unesco, ou partir para as brigas de galo. Aquelas. Porque no fundo é fácil fazer uma viagem calcada na literatura, desembaraçada dos espetos da realidade pela idealização da ficção", escreve Paulo Roberto Pires em relato de viagem para Santa Cruz de Mompox, uma pequena cidade na Colômbia.

serrote #23 1/2

Equipe IMS

05.07.16

Disponível na íntegra a serrote #23 1/2, com textos de Alice Sant’Anna, Jean Renoir e Robert Louis Stevenson. Já tradicional na programação da Casa do IMS na Festa Literária Internacional de Paraty, a “serrotinha” foi distribuída gratuitamente durante a edição de 2016, que homenageou a poeta Ana Cristina Cesar.

À procura de Pavese

Equipe IMS

03.05.16

"Algo vai mal neste artigo", escreve Alejandro Zambra. "Minha intenção era rememorar, em seu próprio povoado natal, um escritor que admiro, e já está claro que tal admiração diminuiu".