A diferença entre documentário e ficção é ética: conversa com Jorge Furtado

Vídeos

16.09.14

O cine­as­ta Jorge Furtado con­ver­sou com a jor­na­lis­ta Daniela Pinheiro, em bate-papo medi­a­do por José Carlos Avellar, acer­ca de O mer­ca­do de notí­ci­as, seu mais recen­te fil­me que mes­cla fic­ção e docu­men­tá­rio e abor­da o cená­rio con­tem­po­râ­neo do jor­na­lis­mo bra­si­lei­ro. A mídia pode ter sido tema de vári­os gran­des fil­mes ame­ri­ca­nos e euro­peus, mas no Brasil, o assun­to ain­da é tabu, afir­ma Furtado, que entre­vis­tou diver­sos repór­te­res e jor­na­lis­tas com opi­niões diver­gen­tes para sus­ci­tar uma infi­ni­da­de de ques­tões sobre a fun­ção do jor­na­lis­mo. Assista abai­xo ao bate-papo na ínte­gra:

, , , , ,