Instalação de referência

Em cartaz

13.07.17

Não é uma obra qual­quer. A cons­tru­ção do novo cen­tro cul­tu­ral do Instituto Moreira Salles, o IMS Paulista – com inau­gu­ra­ção pre­vis­ta para 22 de agos­to de 2017 –, tem sido um apren­di­za­do para todos os envol­vi­dos nes­te pro­je­to de tec­no­lo­gia ino­va­do­ra des­ti­na­da a ambi­en­tes pró­pri­os para a difu­são de arte no Brasil. Nesses últi­mos qua­se qua­tro anos de tra­ba­lho des­de o iní­cio das fun­da­ções, cri­a­ram-se ali mais do que par­ce­ri­as pro­fis­si­o­nais. “Somos como uma famí­lia”, diz a assis­ten­te de enge­nha­ria Natália Nascimento da Silva, sem se refe­rir espe­ci­fi­ca­men­te ao rela­ci­o­na­men­to com o pai, José Leandro da Silva, super­vi­sor da obra.

Um pou­co des­sas carac­te­rís­ti­cas par­ti­cu­la­res do empre­en­di­men­to você pode con­fe­rir nes­ses dois peque­nos docu­men­tá­ri­os rea­li­za­dos no iní­cio de julho de 2017 por Laura Liuzzi, do Núcleo de Vídeo do IMS.

, ,