Mergulho do IMS na Flip

IMS na FLIP

27.06.16

Homenageada pela Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) este ano, a obra da poe­ta Ana Cristina Cesar tam­bém será o prin­ci­pal des­ta­que da casa que o Instituto Moreira Salles vai man­ter na cida­de, pelo sex­to ano con­se­cu­ti­vo. A pro­gra­ma­ção, que acon­te­ce entre quin­ta-fei­ra, 30 de junho, e domin­go, 3 de julho, inclui expo­si­ção, mon­ta­gem de pagi­ná­rio, lan­ça­men­to de livro e de revis­tas, além de exi­bi­ção de um cur­ta-metra­gem sobre a auto­ra, que mor­reu em 1983, e cujo acer­vo se encon­tra sob a guar­da do IMS des­de 1999.

A poeta Ana Cristina Cesar, homenageada da FLIP e estrela da Casa do IMS em 2016

A casa será aber­ta ao públi­co na quin­ta-fei­ra, às 10h, com a expo­si­ção Inconfissões – Imagens de Ana Cristina Cesar, reu­nin­do foto­gra­fi­as, dese­nhos, manus­cri­tos e tex­tos da poe­ta. O mate­ri­al tam­bém inte­gra o livro Inconfissões – Fotobiografia de Ana Cristina Cesar, orga­ni­za­do pelo poe­ta Eucanaã Ferraz, con­sul­tor de lite­ra­tu­ra do IMS. A publi­ca­ção vai além do acer­vo do ins­ti­tu­to, tra­zen­do outros regis­tros de quem con­vi­veu com a escri­to­ra ou de quem foi dire­ta­men­te influ­en­ci­a­do por seus escri­tos. A foto­bi­o­gra­fia será lan­ça­da no mes­mo dia (30), às 20h, com lei­tu­ra de tex­tos e poe­mas por diver­sos con­vi­da­dos, entre eles Adriana Calcanhotto, Italo Moriconi e Annita Costa Malufe.

Também faz par­te da expo­si­ção uma pare­de fei­ta em par­ce­ria com o pro­je­to Paginário, inter­ven­ção cole­ti­va cri­a­da pelo escri­tor Leonardo Villa-Forte e desen­vol­vi­da com o pro­du­tor Rodrigo Lopes. Durante vári­os dias o públi­co par­ti­ci­pou do pro­je­to envi­an­do para o site do IMS um tex­to da auto­ra, que podia vari­ar de poe­sia a car­tas, ou de outros escri­to­res que dia­lo­gas­sem com a obra dela, gri­fan­do seu tre­cho pre­fe­ri­do. O cam­peão de cita­ções foi o poe­ma “Mocidade inde­pen­den­te”, do livro A teus pés, publi­ca­do em 1982. Serão ao todo 208 pági­nas expos­tas na Casa do IMS, e os visi­tan­tes tam­bém pode­rão mar­car seus tre­chos pre­fe­ri­dos ali duran­te a Flip. “Será a segun­da vez que abri­re­mos o pro­je­to para inter­ven­ção das pes­so­as duran­te um even­to, e da pri­mei­ra vez o resul­ta­do foi bem inte­res­san­te”, con­ta Villa-Forte, que ini­ci­ou o Paginário em dezem­bro de 2013.

Ainda na área das publi­ca­ções, a casa será pal­co do lan­ça­men­to, tam­bém na quin­ta-fei­ra, às 20h, de duas edi­ções da ser­ro­te, revis­ta qua­dri­mes­tral de ensai­os, edi­ta­da pelo IMS. A ser­ro­te #23 traz, entre outros tex­tos, a série Retratos do Brasil, com­pos­ta por qua­tro arti­gos sobre o momen­to polí­ti­co do país assi­na­dos por Tales Ab’Saber, Ângela Alonso, Renato Lessa e Laymert Garcia dos Santos, e um ensaio iné­di­to do crí­ti­co José Carlos Avellar (1936–2016) que inte­gra­rá um livro sobre a figu­ra do pai no cine­ma bra­si­lei­ro, a ser lan­ça­do até o final do ano pelo IMS. Já a ser­ro­te #23 ½ , uma edi­ção espe­ci­al dis­tri­buí­da gra­tui­ta­men­te duran­te a Flip, lem­bra Ana Cristina Cesar com um tex­to iné­di­to da poe­ta Alice Sant’Anna sobre o cader­no Meios de trans­por­te, que fun­ci­o­nou como uma pre­pa­ra­ção para o livro A teus pés.

Entre quin­ta e domin­go, sem­pre às 11h, será exi­bi­do o cur­ta-metra­gem Poesia é uma ou duas pala­vras e por trás uma imen­sa paisagem (1990), de João Moreira Salles. Em nove minu­tos, ele home­na­geia Ana Cristina Cesar usan­do tre­chos de obras da poe­ta e de auto­res que a influ­en­ci­a­ram, como Baudelaire, Silvia Plath, T.S. Eliot, Manuel Bandeira e Carlos Drummond de Andrade.

Outra atra­ção da Casa serão as con­ver­sas pro­mo­vi­das pela Batuta, web rádio do IMS, com escri­to­res que esta­rão na FLIP, e que ali vão con­ver­sar sobre seus livros, auto­res e per­so­na­gens pre­fe­ri­dos. As pri­mei­ras ses­sões de con­ver­sa – todas serão dis­po­ni­bi­li­za­das depois no site da Rádio Batuta – acon­te­ce­rão na quin­ta, às 17h (Walter Carvalho e Laura Liuzzi) e 18h (Sérgio Alcides). Entre os estran­gei­ros estão a peru­a­na Gabriela Wiener, os mexi­ca­nos Álvaro Enrigue e Valeria Luiselli e o ame­ri­ca­no Benjamin Moser, um dos prin­ci­pais divul­ga­do­res da obra de Clarice Lispector no exte­ri­or.

A poe­ta Ana Cristina Cesar, home­na­ge­a­da da FLIP e estre­la da Casa do IMS em 2016

Confira abai­xo a pro­gra­ma­ção com­ple­ta:

 

Casa do IMS – Rua do Comércio 13, Centro Histórico de Paraty

Funcionamento: Quinta (dia 29 de junho), das 10h às 22h. Sexta e sába­do (30 de junho e 1 de julho), das 10h às 21h. Domingo (dia 3 de julho), das 10h às 16h.

 

Exposição

Inconfissões – Imagens de Ana Cristina Cesar

Abertura na quin­ta, às 10h.

 

Exibição de fil­me

Poesia é uma ou duas pala­vras e por trás uma imen­sa pai­sa­gem (1990, 9 minu­tos), de João Moreira Salles.

De quin­ta a domin­go, às 11h.

img3

Lançamentos

- Inconfissões – Fotobiografia de Ana Cristina Cesar, orga­ni­za­do por Eucanaã Ferraz. Com lei­tu­ra de tex­tos por Adriana Calcanhotto, Alice Sant’Anna, Annita Costa Malufe, Elizama Almeida, Eucanaã Ferraz, Flavio Lenz, Italo Moriconi, Laura Liuzzi, Leonardo Gandolfi e Marília Garcia.

- Revistas ser­ro­te #23 e ser­ro­te 23 ½

Quinta, às 20h.

img4

Em sen­ti­do horá­rio: Benjamin Moser, Valeria Luiselli, Gabriela Wiener e Sérgio Alcides

Batuta na Flip

(pro­gra­ma­ção sujei­ta a alte­ra­ções)

 

Quinta, dia 30

17h – Walter Carvalho e Laura Liuzzi

18h – Sérgio Alcides

 

Sexta, 1 de julho

16h – Álvaro Enrigue

18h – Misha Glenny

19h – J. P. Cuenca

 

Sábado, 2 de julho

15h – Valeria Luiselli

15h30 – Kenneth Maxwell

18h – Benjamin Moser

19h – Gabriela Wiener

img5

 

, , , , ,