Nelson Cavaquinho, 100

Música

18.10.11

Na sema­na em que com­ple­ta­ria 100 anos, Nelson Cavaquinho é home­na­ge­a­do em dois even­tos no Instituto Moreira Salles. No dia 25 de outu­bro (ter­ça-fei­ra), às 20h, os jor­na­lis­tas Sérgio Cabral e João Pimentel e o escri­tor José Novaes (autor do livro Nelson Cavaquinho: luto e melan­co­lia na MPB) par­ti­ci­pam de uma mesa-redon­da orga­ni­za­da pelo Museu da Imagem e do Som (MIS-RJ), medi­a­da por Rosa Maria Araújo, pre­si­den­te do MIS-RJ. O encon­tro é gra­tui­to e aber­to ao públi­co. Já no dia 27 de outu­bro (quin­ta-fei­ra), às 20h, o IMS apre­sen­ta um show com o reper­tó­rio de Nelson Cavaquinho inter­pre­ta­do por Moacyr Luz e Gabriel Cavalcante, entre as com­po­si­ções estão “Rugas”, “Folhas secas” e “A flor e o espi­nho”. Os ingres­sos esta­rão à ven­da a par­tir do dia 20 de outu­bro no IMS-RJ e cus­tam R$ 20 (intei­ra) e R$ 10 (meia). A ven­da de ingres­sos é limi­ta­da a dois por pes­soa.

Nascido no Rio de Janeiro, em 29 de outu­bro de 1911, Nelson Cavaquinho era filho de um mes­tre toca­dor de tuba da Polícia Militar e de uma lava­dei­ra do con­ven­to de Santa Teresa. O tio dava aulas de vio­li­no, por isso nin­guém se espan­tou quan­do Nelson, ain­da meni­no, ten­tou fabri­car um cava­qui­nho com uma cai­xa de cha­ru­tos vazia e cor­das usa­das do ins­tru­men­to do tio. O resul­ta­do não foi dos melho­res, mas o garo­to ganhou o ape­li­do que o acom­pa­nha­ria pelo res­to da vida.

Nelson Cavaquinho tra­ba­lhou como ele­tri­cis­ta, pedrei­ro, depois no Curtume Carioca e na Polícia Militar. Mas nun­ca con­se­guiu se man­ter em um empre­go por mui­to tem­po. Segundo ele, “com­pu­nha mes­mo quan­do esta­va no baten­te”.

As pri­mei­ras gra­va­ções sur­gi­ram na déca­da de 1940, e o reco­nhe­ci­men­to foi che­gan­do nos anos 1950, com suces­sos na voz de Dalva de Oliveira, Ciro Monteiro, Roberto Silva. Nos anos 1960, com shows no Zicartola e no Teatro Opinião, tor­nou-se conhe­ci­do do públi­co pela voz de Nara Leão. Morreu em 1986, aos 74 anos.

O show em home­na­gem a Nelson Cavaquinho faz par­te da série pro­du­zi­da pelo IMS, ini­ci­a­da em 2010, que cele­bra gran­des artis­tas da músi­ca bra­si­lei­ra. A pri­mei­ra home­na­ge­a­da foi Elizeth Cardoso, em um show de Áurea Martins. Em novem­bro, foi a vez de Elton Medeiros recri­ar o pró­prio reper­tó­rio em come­mo­ra­ção aos seus 80 anos.

NELSON CAVAQUINHO 100 ANOS
Mesa-redon­da
Sérgio Cabral, João Pimentel e José Novaes; medi­a­ção de Rosa Maria Araújo
Dia 25 de outu­bro de 2011, às 20h
Entrada fran­ca

SHOW COM MOACYR LUZ E GABRIEL CAVALCANTE
Dia 27 de outu­bro de 2011, às 20h
Ingressos à ven­da no IMS-RJ a par­tir de 20/10 — R$ 20 (intei­ra) e R$ 10 (meia)
Venda de ingres­sos limi­ta­da a dois por pes­soa

Instituto Moreira Salles — Rio de Janeiro
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea
Tel.: (21) 3284–7400

, , , , , , ,