Os caminhos de Serra

Vídeos

02.07.14

Para exi­bir os 96 tra­ba­lhos de Richard Serra: dese­nhos na casa da Gávea, o artis­ta nor­te-ame­ri­ca­no deci­diu usar ilu­mi­na­ção natu­ral e res­ta­be­le­cer a con­fi­gu­ra­ção ori­gi­nal da casa moder­nis­ta (inau­gu­ra­da em 1951) onde fica o IMS do Rio de Janeiro. Placas foram reti­ra­das, reve­lan­do a arqui­te­tu­ra de Olavo Redig de Campos.

O núcleo de vídeo do IMS acom­pa­nhou todo o tra­ba­lho para rea­li­zar este docu­men­tá­rio de pou­co mais de 20 minu­tos, diri­gi­do por Laura Liuzzi e com ima­gens fei­tas por Leonardo Souza (câme­ra) e Gustavo Klabin (dro­nes, que per­mi­tem as toma­das aére­as e os “pas­sei­os” pela casa).

A con­du­ção do docu­men­tá­rio é fei­ta pela voz do pró­prio Serra, em entre­vis­ta à coor­de­na­do­ra de Artes Visuais do IMS, Heloisa Espada. Conhecido por obras gran­di­o­sas, qua­se sem­pre em fer­ro ou aço, ele expli­ca que vê seus dese­nhos como uma pes­qui­sa dis­so­ci­a­da da que faz com as escul­tu­ras. E a favor deles está a res­pos­ta mais ime­di­a­ta. “Com escul­tu­ra pode-se levar três anos em um pro­je­to, ou até mais”, diz ele.

Além de comen­tar a casa que abri­ga a mos­tra, Serra tam­bém fala de Lygia Clark, Burle Marx e das cur­vas do Rio de Janeiro. E expli­ca em deta­lhes par­te de seus tra­ba­lhos expos­tos.

A expo­si­ção “Richard Serra: dese­nhos na casa da Gávea”   per­ma­ne­ce em car­taz no IMS-RJ até o dia 28 de setem­bro, das 11h às 20h, com entra­da fran­ca.

O IMS tam­bém lan­çou livro com mui­tos tex­tos iné­di­tos do artis­ta: Richard Serra: escri­tos e entre­vis­tas, 1967–2013.

 

, ,