Cena de Moonlight, de Barry Jenkins

Cena de Moonlight, de Barry Jenkins

Os filmes de fevereiro

Cinema

01.02.17

O folheto abaixo traz a programação completa da Sala José Carlos Avellar, o cinema do Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro, para este mês de fevereiro, com datas e horários das exibições e instruções para compra de ingressos.

No sábado, 4 de fevereiro, o IMS promove o lançamento do DVD Homem comum, de Carlos Nader. O filme será exibido às 16h, seguido por um debate entre o diretor e João Moreira Salles. Vencedor do prêmio de Melhor documentário brasileiro de longa-metragem na edição de 2014 do festival É Tudo Verdade, o documentário foi montado em duas versões. Esta edição em DVD de Homem comum apresenta o filme em sua versão mais longa.

A mostra Maren Ade apresentará os três longas-metragens da cineasta alemã a partir do dia 9, exibindo Toni Erdmann em conjunto com sessões em 35mm dos dois filmes anteriores da diretora: Floresta para as árvores e Todos os outros. Indicado ao Oscar de Melhor filme estrangeiro, Toni Erdmann é uma comédia a partir de uma visita que um pai faz à filha, uma executiva alemã séria e ocupada que trabalha na Romênia. Floresta para as árvores, vencedor do Prêmio especial do júri no festival de Sundance em 2005, conta a história de uma professora idealista que consegue seu primeiro emprego. Já o segundo longa de Ade, Todos os outros, investiga a relação de um casal em férias no Mediterrâneo. O filme ganhou os prêmios de Melhor filme e Melhor atriz no Festival de Berlim em 2009.

Peter Simonischek e Sandra Hüller em cena de Toni Erdmann, de Maren Ade

Também a partir do dia 9, uma quinta-feira, será exibido A cidade onde envelheço, de Marília Rocha, premiado no Festival de Brasília como Melhor filme, Melhor direção, Melhor atriz e Melhor ator coadjuvante. Dirigido por Barry Jenkins, Moonlight – Sob a luz do luar entra em cartaz na quinta-feira, dia 23, e conta a história de um jovem afro-americano da infância até a vida adulta. O filme foi Indicado ao Oscar em 8 categorias, incluindo Melhor filme e Melhor direção.

Fevereiro terá duas Sessões Cinética: na quinta, dia 2, às 19h30, a sala exibe Viagem ao fim do mundo, de Coni Campos. No dia 16, outra quinta-feira, às 19h, é a vez de A rotina tem seu encanto, último longa-metragem de Yasujiro Ozu, que será exibido em 16mm. Após ambas as sessões haverá um debate com os críticos da revista Cinética. Até o dia 26, Improvável encontro, de Lauro Escorel, complementa a exposição Modernidades fotográficas 1940-1964. Uma vez a cada duas semanas, sempre às quartas-feiras, a sala recebe o festival Ópera na Tela. Em fevereiro, serão exibidos Otello e O navio fantasma.

, , , , , , , , , ,