Alain Guiraudie, diretor de Na vertical

Alain Guiraudie, diretor de Na vertical

Os filmes de junho

Cinema

07.06.17

O folheto ao pé deste texto traz a programação completa para o mês de junho da Sala José Carlos Avellar, o cinema do IMS Rio, com datas e horários das exibições e instruções para compra de ingressos.

No dia 8, uma quinta-feira, estreia o Festival Varilux de Cinema Francês, que se estende até o dia 21 e apresenta uma seleção de dezenove filmes. Alguns dos destaques são Na vertical, de Alain Guiraudie, Tal mãe, tal filha, de Noémie Saglio, O filho uruguaio, de Olivier Peyon, Rodin, de Jacques Doillon, Duas garotas românticas, de Agnès Varda e Jacques Demy, e Perdidos em Paris, de Fiona Gordon e Dominique Abel (no dia 10, após a exibição das 17h35, os diretores participarão de um debate).

Cena de Rodin, de Jacques Doillon

A programação inclui também com a pré-estreia de Gritos e sussurros, de Ingmar Bergman, em cópia restaurada em DCP. O filme estreia no cinema do IMS Rio em julho, mês em que o diretor sueco completaria 99 anos. A partir do dia 22, será exibido também Animal político, de Tião, e três documentários exibidos durante o festival É tudo verdade: Cidades fantasmas, dirigido por Tyrell Spencer e vencedor do festival na Competição Brasileira de Longas e Médias Metragens, Quem é Primavera das Neves, de Ana Luiza Azevedo e Jorge Furtado, e Tudo é irrelevante. Helio Jaguaribe, de Izabel Jaguaribe e Ernesto Baldan.

Na quinta-feira, dia 22, às 19h30, o cinema exibe Tabu, de F. W. Murnau. Após a sessão haverá um debate com os críticos da revista Cinética.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,