Cena de Mulheres diabólicas

Cena de Mulheres diabólicas

Os filmes de março

Cinema

02.03.17

O folhe­to abai­xo traz a pro­gra­ma­ção com­ple­ta da Sala José Carlos Avellar, o cine­ma do Instituto Moreira Salles do Rio de Janeiro, para este mês de mar­ço, com datas e horá­ri­os das exi­bi­ções e ins­tru­ções para com­pra de ingres­sos.

No dia 9, quin­ta-fei­ra, às 19h, o cine­ma do IMS-RJ exi­be em 35mm Mulheres dia­bó­li­cas, de Claude Chabrol, na ses­são Cinética. Após a ses­são have­rá um deba­te com os crí­ti­cos da revis­ta.

A ses­são Vitrine Petrobrás apre­sen­ta Waiting for B, de Abigail Spindel e Paulo Cesar Toledo, entre os dias 7 e 15. Nesse mes­mo perío­do, o cine­ma do IMS-RJ exi­be o docu­men­tá­rio Eu não sou seu negro, de Raoul Peck. Também até o dia 15 segue em car­taz o ven­ce­dor do Oscar de Melhor Filme, Moonlight, de Barry Jenkins. Outro fil­me que con­ti­nua em car­taz é Toni Erdmann, de Maren Ade, até o dia 26.

Cena de A tar­ta­ru­ga ver­me­lha, de Michaël Dudok de Wit

Na segun­da quin­ze­na de mar­ço, os fil­mes são Mate-me por favor, de Anita Rocha da Silveira, John From, de João Nicolau, Invasão zum­bi, de Yeo Sang-ho, Personal shop­per, de Olivier Assayas, Minha vida de abo­bri­nha, de Claude Barras, A tar­ta­ru­ga ver­me­lha, de Michaël Dudok de Wit, e Era o Hotel Cambridge, de Eliane Café.

A par­tir do dia 30, o cine­ma do IMS-RJ apre­sen­ta uma retros­pec­ti­va com­ple­ta do rea­li­za­dor por­tu­guês João Pedro Rodrigues. Além da estreia de O orni­tó­lo­go, a pro­gra­ma­ção inclui­rá um deba­te com o rea­li­za­dor e exi­bi­ções em DCP e 35mm de fil­mes como Morrer como um homem, Odete, O fan­tas­ma, A últi­ma vez que vi Macau Manhã de Santo Antônio.

Uma vez a cada duas sema­nas, sem­pre às quar­tas-fei­ras, a sala rece­be o fes­ti­val Ópera na Tela. Em mar­ço, serão exi­bi­dos Rigoletto e Lúcia de Lammermoor.

, , , , , , , , , , , , , , , , , , ,