Equipe IMS

Cinema líquido

José Geraldo Couto

21.07.17

De canção em canção, o novo filme de Terrence Malick, é um objeto – melhor seria dizer: um organismo – difícil de apreender, pois tudo nele é fluido: a história, os personagens, o modo de filmá-los. São fragmentos, retalhos, sem ordem cronológica ou progressão dramática aparente, das vidas de quatro personagens centrais.

Patti lê Pessoa lendo Whitman

Equipe IMS

01.10.15

Patti Smith, uma das vozes mais literárias do rock, visitou a Casa Fernando Pessoa, em Lisboa, e gravou sua leitura de partes de “Saudação a Walt Whitman”, poema do heterônimo Álvaro de Campos, em tradução para o inglês de Richard Zenith. Assista ao vídeo e leia trechos do original em português.