Equipe IMS

Rocinha mais que visível

Mànya Millen

15.03.17

Dizer que as favelas são excluídas economicamente, socialmente, culturalmente e até geograficamente do mapa da cidade é chover no molhado. Nem por isso, contudo, elas se consideram invisíveis, e muitas vêm se dedicando a movimentos de resgate de orgulho e pertencimento. É o caso da Rocinha, maior favela do Rio e considerada a maior do país, que ganha este mês o site Memória Rocinha, fruto de uma parceria entre o IMS e o Museu Sankofa.

O Cristo Redentor

Equipe IMS

11.10.13

Inaugurado em 1931, o Cristo Redentor faz aniversário em 12 de outubro. O Blog apresenta algumas imagens do acervo de fotografia do IMS que mostram o Corcovado e o Cristo. São fotografias que vão desde o final do século XIX, vistas aqui no registro de Augusto Malta, Marc Ferrez e Augusto Stahl, até as décadas de 1960 e 1970, quando José Medeiros, Carlos Moskovics e Thomaz Farkas fotografaram o Cristo de ângulos pouco comuns.

De rei ou de pirata ou jardineira

Equipe IMS

04.02.13

O folião se esgueira entre os acervos do Instituto Moreira Salles como ainda o faz, hoje, nas ruas do Rio de Janeiro. Nas avenidas - e também nos salões - foram flagrados, através da História, por Augusto Malta, Marcel Gautherot, Carlos Moskovics, Peter Scheier e José Medeiros. E entre um bloco e um baile cantaram os sucessos que a cada fevereiro renovavam, com humor ingenuamente malicioso, o repertório de marchinhas - gênero que traduz à perfeição o espírito da festa.