Equipe IMS

O indivíduo mais importante que existe

André Sant'Anna

23.06.17

Todo mês, a seção Primeira vista traz textos de ficção inéditos escritos a partir de fotografias selecionadas no acervo do Instituto Moreira Salles. O autor escreve sem ter informação nenhuma sobre a imagem, contando apenas com o estímulo visual. Neste mês de junho, André Sant'Anna foi convidado a escrever sobre uma foto de David Drew Zingg.

Curiosidades do acervo

Alfredo Ribeiro

09.03.16

O que mais importa no acervo de um artista é, decerto, a sua obra. Mas não há patrimônio cultural que escape de certas miudezas de caráter pessoal - como o nariz de porco do David Zingg - que aguçam a curiosidade de pesquisadores e humanizam as joias da coroa de qualquer coleção.

Zingg, Andrew Zingg

Alfredo Ribeiro

13.11.15

O americano Andrew Zingg, 25 anos, chegou ao Rio de Janeiro em fevereiro de 2015 e passou esses últimos 10 meses tentando entender quem foi afinal seu avô, o também americano David Drew Zingg. Desde a chegada, tem sido figura fácil de encontrar no Instituto Moreira Salles, guardião do acervo de fotógrafo, e neste perfil de Alfredo Ribeiro fala sobre sua relação com o avô, de quem pretende escrever uma biografia, e sobre algumas de suas descobertas no processo de pesquisa.

Busca no Acervo de Fotografia

Equipe IMS

29.11.13

Com o novo site especial Busca no Acervo de Fotografia é possível explorar recortes temáticos do acervo on-line do Instituto Moreira Salles, através de coleções e conjuntos de imagens preparados pela coordenadoria de fotografia. Entre as pesquisas em destaque, Música e arte brasileira de 1970 e 1990, de David Drew Zingg, e Manifestações da cultura popular brasileira, de Marcel Gautherot.

A Passeata dos Cem Mil de junho de 1968

Equipe IMS

19.06.13

O Blog do IMS apresenta uma galeria de imagens, registradas pelo fotógrafo David Drew Zingg, da manifestação que levou cem mil pessoas ao centro do Rio de Janeiro há 45 anos para protestar contra a ditadura militar.

David Drew Zingg

Equipe IMS

24.02.13

O fotógrafo americano David Drew Zingg apaixonou-se pelo Brasil, mudou-se para cá e produziu um grande painel do país entre as décadas de 1960 e 1990; dos retratos de artistas de primeira linha aos detalhes da vida no interior. O IMS, que está agora com a guarda desse acervo, começa a apresentar imagens que demonstram a importância estética e histórica desse material.