Equipe IMS

Rocinha mais que visível

Mànya Millen

15.03.17

Dizer que as favelas são excluídas economicamente, socialmente, culturalmente e até geograficamente do mapa da cidade é chover no molhado. Nem por isso, contudo, elas se consideram invisíveis, e muitas vêm se dedicando a movimentos de resgate de orgulho e pertencimento. É o caso da Rocinha, maior favela do Rio e considerada a maior do país, que ganha este mês o site Memória Rocinha, fruto de uma parceria entre o IMS e o Museu Sankofa.