Equipe IMS

A senhora é afro-americana?

Christian Schwartz

26.06.17

Quem lê a história contada por Rachel Dolezal em sua autobiografia In Full Color se depara com um flagrante caso omisso no código de conduta otimista do multiculturalismo. A ex-ativista que se identifica como transnegra tocou em contradições sensíveis das políticas de inclusão ditas progressistas, segundo as quais haveria uma suposta receita universal para a coabitação pacífica da diferença. E, de forma inesperada, o caso Dolezal também ganha ressonância na complexa discussão racial brasileira.

Todo mundo mente

Carla Rodrigues

19.12.16

Na experiência cotidiana, estamos todos diante da impossibilidade de distinção entre verdades e mentiras – da timeline do Facebook ao noticiário, dos discursos dos políticos aos programas dos candidatos, da publicidade aos grandes juristas, do plebiscito inglês que promoveu o Brexit ao futuro presidente dos EUA, Donald Trump, do Congresso ao STF, numa lista infinita de exemplos que 2016 não nos deixará esquecer tão cedo.

A hora da vergonha — quatro perguntas para Yves de La Taille

Fabio Montarroios

17.07.14

Yves de La Taille, professor do Instituto de Psicologia USP, tem entre seus temas de estudo a vergonha, sentimento que atingiu os brasileiros no final da Copa. Segundo ele, jogadores e comissão técnica, tratados como celebridades, viram ruir a "boa imagem" que tinham de si, restando a vergonha. "Espero que vários jogadores se recomponham desse severo desmentido que a realidade lhes impôs e resgatem um pouco de humildade. Que fujam dos holofotes e cultivem a arte da discrição", diz.