Equipe IMS

Posições sobre a forma partida

Carla Rodrigues

01.10.14

Escolhemos candidatos de determinados partidos – palavra que está longe de poder designar união, por tudo que nela contém de quebra, ruptura – como se estes nos garantissem unidade em um programa de governo. Votar com essa expectativa é continuar votando a partir de uma formulação anacrônica de democracia. 

O efeito bumerangue da repressão policial — quatro perguntas para Luiz Antonio Machado da Silva

Equipe IMS

29.07.13

"Se as manifestações não fossem fundamentalmente pacíficas, as cidades brasileiras teriam entrado em um caos completo", diz o sociólogo Luiz Antonio Machado da Silva ao comentar a ação das polícias militares nas recentes manifestações de rua no Brasil e analisar as ações do governo, que ao invés de negociarem optaram pela repressão. "O governo, na acepção mais geral desse termo, desaprendeu as lições da história".

Uma distância segura — por Juliet Litman

Juliet Litman

09.09.11

Até recentemente, romances abordando o 11 de setembro eram recebidos com ceticismo, até mesmo com hostilidade. Mas agora esse tipo de ficção está encontrando mais tolerância. Mudaram os romances, ou mudamos nós? Em 12 de setembro de 2001, a hoje famigerada foto­grafia de Richard Drew de um homem despencando do World Trade Center apareceu no The New York Times sob a manchete UM HORROR DE ARREPIAR: EDIFÍCIOS PEGAM FOGO E DESMORONAM ENQUANTO PASSANTES BUSCAM UMA SEGU­RANÇA ILUSÓRIA. A imagem de Drew capturava seu objeto em pleno ar, o corpo perfeitamente vertical, paralelo às vigas de aço da Torre Norte.