Equipe IMS

O país que poderia ter sido

José Geraldo Couto

07.04.17

Antonio Pitanga é um ator intuitivo, vigoroso, que justifica o clichê “força da natureza”. Como retratar num documentário as várias dimensões desse singular artista? O caminho escolhido pelos diretores Beto Brant e Camila Pitanga foi fazer um filme com Antonio Pitanga, mais do que sobre Antonio Pitanga. Em Pitanga, é o próprio ator que conduz a narrativa.

Trigo e joio na Mostra

José Geraldo Couto

28.10.16

Na reta final da 40ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, cabe separar o trigo do joio para não perder tempo nem oportunidades. Os comentários a seguir não são críticas, mas impressões provisórias e precárias. Voltaremos oportunamente e com mais detença a algumas dessas obras.

Paterson, Pitanga e poéticas

José Geraldo Couto

24.10.16

No oceano de filmes da Mostra de São Paulo, muita gente escolhe o que vai ver com base nas sinopses divulgadas na imprensa ou no catálogo da própria mostra. Nesse contexto uma obra como Paterson, de Jim Jarmusch, tende a ficar em segundo plano, mas é uma pequena joia escondida em meio ao brilho falso de bijuterias mais vistosas. Igualmente revigorante, mas por motivos quase opostos, é Pitanga, de Beto Brant e Camila Pitanga. Não se trata propriamente de um documentário sobre, mas sim com Antonio Pitanga. 

A aventura mora ao lado

José Geraldo Couto

07.10.16

José Geraldo Couto compartilha suas apostas para o Festival do Rio 2016 e resenha o filme argentino No fim do túnel, um policial intrincado e violento que transita entre um realismo cru e uma atmosfera por vezes onírica (de pesadelo, no caso) com uma segurança narrativa admirável.

A arte de mostrar o invisível

José Geraldo Couto

07.06.13

José Geraldo Couto apresenta Mundo invisível, longa-metragem dividido em onze segmentos assinados por doze cineastas de vários lugares do mundo. Criado por Leon Cakoff e Renata de Almeida, o projeto se articula de forma consistente em torno do tema da (in)visibilidade no mundo urbano contemporâneo.