Equipe IMS

Os sonhos geométricos de Antonioni

José Geraldo Couto

20.04.17

Quando se fala em modos de apreensão do espaço-tempo diferentes daquele do cinema narrativo clássico, herdeiro do romance realista do século XIX, um nome que sempre vem à tona é o de Michelangelo Antonioni, um dos expoentes do cinema moderno. A boa notícia é que o Centro Cultural Banco do Brasil apresenta a partir do próximo dia 26 em São Paulo e no Rio uma retrospectiva completa da obra do diretor italiano. No mês que vem a mostra chega também a Brasília.

Mamma Roma: seis notas

José Carlos Avellar

29.10.15

Seis notas soltas para aumentar a vontade de ver Mamma Roma (1962), segundo longa-metragem de Pier Paolo Pasolini, em cartaz no cinema do IMS do Rio de Janeiro até 11 de novembro. Nas palavras do diretor: “Campo e contracampo. Nenhum plano-sequência, poucas panorâmicas”.

A mesma água que mata a sede é a que afoga

Bernardo Carvalho

22.10.14

Difícil é pensar sem claque. É aí que está a possibilidade de um pensamento independente de verdade, nesse escândalo sem defensores de primeira hora, nessa irrupção sem seguidores (à esquerda e à direita), nessa coragem que é ao mesmo tempo antevisão e suicídio, ato de loucura e gesto artístico. São raros os casos de pensadores desse calibre. Pasolini era um deles.

Uma vida sem sonhos e sem ambições

Mariarosaria Fabris

05.09.13

"Embora, como os diretores neorrealistas, Olmi tenha optado por um estilo antiespetacular e por uma narração em tom menor de uma vida sem desejos, eivada de melancolia, em seu filme estamos diante de uma nova realidade social, a do neocapitalismo", esclarece Mariarosaria Fabris a respeito de O emprego, de Ermanno Olmi, novo lançamento da coleção de DVDs do IMS.