Obras de Niemeyer pelo olhar de Marcel Gautherot

Por dentro do acervo

06.12.12

O fotó­gra­fo fran­cês Marcel Gautherot regis­trou, duran­te sua car­rei­ra, cons­tru­ções icô­ni­cas de Oscar Niemeyer (1907 — 2012). Um dos prin­ci­pais retra­tis­tas da cida­de de Brasília, Gautherot foto­gra­fou a cida­de entre 1958 e mea­dos da déca­da de 60. As ima­gens estão com­pi­la­das nos livros Brasília e As cons­tru­ções de Brasília. Veja abai­xo algu­mas das foto­gra­fi­as de obras de Niemeyer por Gautherot, não ape­nas em Brasília, mas tam­bém em Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo:

Catedral Metropolitana Nossa Senhora Aparecida, com a Esplanada dos Ministérios ao fun­do, c. 1960 — Brasília, DF

Igreja Nossa Senhora de Fátima, c. 1958 — Brasília, DF

Cine Brasília, c. 1962 — Brasília, DF

Palácio dos Arcos (palá­cio do Itamaraty), c. 1970 — Brasília, DF

Hospital Sul-América, atu­al Hospital da Lagoa, c. 1955 — Rio de Janeiro, RJ

Igreja de São Francisco de Assis, na Pampulha, c. 1945 — Belo Horizonte, MG

Oscar Niemeyer na Casa das Canoas, c. 1956 — Rio de Janeiro, RJ

Banco Boa Vista, c. 1945 — Rio de Janeiro, RJ

Residência de Juscelino Kubitschek, na Pampulha, déca­da de 1940 — Belo Horizonte, MG

Edifício Copan, c. 1960 — São Paulo, SP

Veja tam­bém:

Texto de Ana Luiza Nobre sobre a car­rei­ra do arqui­te­to

Debate sobre a obra de Oscar Niemeyer rea­li­za­do pelos crí­ti­cos Guilherme Wisnik e Pedro Fiori Arantes para a seção Desentendimento, da revis­ta ser­ro­te

Ensaio de Adrián Gorelik inti­tu­la­do “Sobre a impos­si­bi­li­da­de de (pen­sar) Brasília”

O des­ti­no de Brasília”, ensaio do arqui­te­to bri­tâ­ni­co Kenneth Frampton

Cidade-ban­dei­ra, tex­to de Heloisa Espada sobre as dife­ren­tes visões acer­ca de Brasília

, , ,