Vinicius, o também bem-amado

Música

02.10.13
Vinicius e Pedro Luis

Vinicius por Nássara (Acervo Paulo Mendes Campos/IMS) e Pedro Luis (Divulgação)

Odorico Paraguaçu mor­reu em 9 de outu­bro de 1973. Depois res­sus­ci­tou, num seri­a­do. Mas mor­te mor­ri­da, aque­la de últi­mo capí­tu­lo de nove­la, foi nes­sa data, quan­do O bem-ama­do se aca­bou. Passaram-se qua­tro déca­das e a his­tó­ria de Dias Gomes não enve­lhe­ceu. Brasil e Brasília aden­tro, está cheio de Odorico Paraguaçu fazen­do con­fa­bu­lân­ci­as e pro­vi­den­ci­a­men­tos mar­ron­zis­tas.

A tri­lha sono­ra tam­bém não enve­lhe­ceu. Constata isso quem esti­ver ven­do e ouvin­do Pedro Luis, com par­ti­ci­pa­ção de Bruna Caram, no IMS-RJ em 8 de outu­bro. O show bateu qua­se na mos­ca: a um dia dos 40 anos de mor­te de Odorico e a 11 do cen­te­ná­rio de nas­ci­men­to de Vinicius de Moraes, o autor de todas as letras da tri­lha. O show é para home­na­ge­ar o poe­tão, sem dimi­nu­ti­vos ou obvi­e­da­des.

E todas as melo­di­as são de Toquinho — no dimi­nu­ti­vo, mas com vio­lão gigan­te. Pois naque­le tem­po ain­da era assim: a emis­so­ra enco­men­da­va a uma dupla de par­cei­ros todas as com­po­si­ções da nove­la. Como no cine­ma, obra fecha­da, sem col­cha de reta­lhos de inte­res­ses (não somen­te­men­te artís­ti­cos) de gra­va­do­ras.

É ver­da­de que nem todas essas enco­men­das deram cer­to, mas a de O bem-ama­do deu: “Cotidiano nº 2”, “Meu pai Oxalá”, “No colo da ser­ra”… Papa fina com tem­pe­ros de sam­ba, sam­ba-can­ção, sam­ba-de-roda, sam­ba-cho­ro. Uma har­mo­ni­o­sa mis­tu­ra como as que Pedro Luis sabe fazer des­de a déca­da de 1980, der­ru­ban­do as pare­des e botan­do blo­cos plu­rais nas ruas. Agora é no IMS, sau­dan­do o plu­ral Vinicius de Moraes.

Toquinho e Vinicius

Toquinho e Vinicius

* Luiz Fernando Vianna é coor­de­na­dor de inter­net do IMS.

MAIS

Quatro per­gun­tas para Nelson Mottao pio­nei­ro fala sobre os pri­mór­di­os das tri­lhas de nove­las e seu ami­go Vinicius.

Pedro Luis inter­pre­ta Toquinho e Vinicius — infor­ma­ções com­ple­tas sobre o show.

, , , , , , ,