Walther Moreira Salles, 100

Em cartaz

28.05.12

Walther Moreira Salles (1912 — 2001), fun­da­dor do Instituto Moreira Salles, com­ple­ta­ria cem anos hoje.  Além de embai­xa­dor e ban­quei­ro, Walther foi figu­ra deci­si­va para a polí­ti­ca e a cul­tu­ra bra­si­lei­ras. Morto em 2001, aos 88 anos, dei­xou qua­tro filhos: Pedro, Fernando e os cine­as­tas Walter e João. O jor­nal O Estado de S. Paulo rea­li­zou uma entre­vis­ta com Pedro Moreira Salles que repas­sa pon­tos cru­ci­ais na tra­je­tó­ria do embai­xa­dor. Abaixo, veja sele­ção de ima­gens pre­pa­ra­da pelo Blog do IMS.

 

A seguir, uma cro­no­lo­gia pre­pa­ra­da pelo IMS:

1912

- A 28 de maio nas­ce Walther Moreira Salles em Pouso Alegre, Minas Gerais, filho de João Theotônio Moreira Salles e de Lucrecia Vilhena de Alcântara Moreira Salles.

1920

- Com o fale­ci­men­to de sua avó mater­na vai viver com os pais em Poços de Caldas, MG.

1927

 

- Ingressa no Liceu Franco-Brasileiro em São Paulo, SP.

1932

- Ingressa na facul­da­de de direi­to da Universidade de São Paulo (Largo de São Francisco).

1933

- Ao atin­gir a mai­o­ri­da­de, pas­sa a ser sócio da Moreira Salles & Cia., acu­mu­lan­do os car­gos de geren­te e dire­tor-supe­rin­ten­den­te da seção ban­cá­ria.

1936

- Forma-se em Direito pela Universidade de São Paulo.

1940

- Assume o car­go de dire­tor do Banco Moreira Salles, resul­ta­do da fusão da Casa Bancária Moreira Salles & Cia., com a Casa Bancária de Botelhos e com o Banco Machadense.

1948

- Eleito dire­tor da Carteira de Crédito Geral Do Banco do Brasil, no gover­no do Presidente Eurico Gaspar Dutra.

1951

- Nomeado dire­tor-exe­cu­ti­vo da Superintendência da Moeda e do Crédito (SUMOC) , no gover­no do Presidente Getúlio Vargas. Nesse ano cri­ou a Inspetoria Geral de Bancos e o Departamento Econômico.

- Participou como con­se­lhei­ro do Ministro da Fazenda Horácio Lafer, na Reunião Anual dos Diretores do Fundo Monetário Internacional (FMI) e do Banco Internacional de Reconstrução e Desenvolvimento (BIRD).

- Integrou como con­se­lhei­ro do Ministério das Relações Exteriores a dele­ga­ção bra­si­lei­ra que par­ti­ci­pou, em Washington, da IV Conferência de Consulta aos Chanceleres Americanos, con­vo­ca­da pelo­es EUA por oca­sião da Guerra da Coréia.

1952

- Nomeado embai­xa­dor do Brasil nos Estados Unidos pelo Presidente Getúlio Vargas.

1953

- Deixa a Embaixada em Washington depois de nego­ci­ar com o Eximbank cré­di­to para a liqui­da­ção dos atra­sa­dos comer­ci­ais do país.

1955–1988

- Assume a pre­si­dên­cia da Brasil Warrant Administração de Bens e Empresas Ltda.

1959

- Nomeado pela segun­da vez Embaixador do Brasil em Washington, pelo pre­si­den­te Juscelino Kubitschek.

1960

- Deixa a Embaixada em Washington após res­ta­be­le­cer as rela­ções entre o Brasil e as ins­ti­tui­ções finan­cei­ras inter­na­ci­o­nais.

1961

- Nomeado Embaixador Extraordinário do Brasil nos Estados Unidos pelo Presidente Jânio Quadros.

- Eleito Ministro da Fazenda pelo Congresso Nacional no gover­no par­la­men­ta­ris­ta de Tancredo Neves.

1962

- Na qua­li­da­de de Governador, repre­sen­tou o Brasil na III Reunião da Assembléia de Governadores do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID).

- Renuncia, em con­jun­to com os outros minis­tros, ao Ministério.

- Nomeado Embaixador do Brasil jun­to ao Mercado Comum Europeu, car­go que não assu­miu por con­si­de­rá-lo dis­pen­sá­vel na épo­ca.

- Reeleito pelo con­gres­so pela segun­da vez para o car­go de Ministro da Fazenda no minis­té­rio Brochado da Rocha.

1964

- A par­tir des­te ano pas­sou a dedi­car-se ao Banco Moreira Salles e a outras ati­vi­da­des par­ti­cu­la­res.

1966

- Funda o Banco de Investimentos do Brasil (BIB) cujo capi­tal é subs­cri­to por des­ta­ca­dos empre­sá­ri­os naci­o­nais e ins­ti­tui­ções finan­cei­ras do exte­ri­or.

1967

- Funda a União de Bancos Brasileiros S.A., como resul­ta­do da fusão do Banco Moreira Salles com o Banco Agrícola e Mercatil S.A. do Rio Grande do Sul.

- Convidado pelo gover­no de Luxemburgo para exer­cer a fun­ção de Cônsul Geral Honorário de Luxemburgo no Rio de Janeiro.

1968

- Assume a pre­si­dên­cia da UBB, após a mor­te do seu pai ocor­ri­da em mar­ço.

1968–1974

- Presidente do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro (MAM)

1968–1978

- Membro do Conselho Consultivo da side­rúr­gi­ca Belgo-Mineira.

- Presidente da cam­pa­nha para a cap­ta­ção de recur­sos para a Pontifícia Universidade Católica (PUC).

1970

- Presidente da cam­pa­nha naci­o­nal para anga­ri­ar fun­dos para a Confederação Brasileira de Desportos (CBD), ano em que o Brasil se sagrou tri-cam­peão mun­di­al de fute­bol .

- UBB incor­po­ra o Banco Predial do Rio de Janeiro e se asso­cia com Banco Português do Atlântico.

- 1° Presidente do IBMEC (Instituto Brasileiro de Mercado de Capitais) de 26.06.1970 até 06.07.1972, sen­do suce­di­do pelo pro­fes­so Octávio Gouvea de Bulhões.

1972–1987

- Membro do Conselho Consultivo de Administração da Aracuz Celulose S.A.

1974

- Membro do Conselho de Administração da Companhia Brasileira de Metalurgia e Mineração (CBMM).

1978 — 1991 

- Presidente do Conselho Consultivo da Siderúrgica Belgo-Mineira.

- Membro do Fórum ABINEE, Associação Brasileira da Indústria Eletro-Eletrônica.

1979–1984

- Membro do Conselho Consultivo da General Electric.

1981

- Unibanco adqui­re e incor­po­ra o Banco Mineiro S.A.

- Membro do Conselho Consultivo do IBRAM, Instituto Brasileiro de Mineração.

- Eleito Presidente do Conselho Executivo da Fundação Brasil-Portugal.

1983–1991

- Membro do Conselho de Administração da Sul América Seguros.

1985

- Membro do Conselho de Administração da Fundação Legião Brasileira de Assistência (LBA).

1985–1991

- Membro do Conselho Consultivo da AVON PRODUCTS INC.

- Membro do Conselho Internacional do Museum of Modern Art (MoMA)

1986

- Diretor-pre­si­den­te da E. Johnston Participações Ltda.

- Membro do Conselho da Americas Society

1991

- Deixa a Presidência do Conselho do Unibanco

- Presidente do Instituto Moreira Salles

- Presidente de Honra do Unibanco

- Membro do Chairman’s Council do MoMA, NY.

2001

- Walther Moreira Salles fale­ce em Araras, dis­tri­to de Petrópolis em 27 de feve­rei­ro.

, , , ,