Olmi e Guzmán em DVDs do IMS

Cinema

20.10.15

Ermanno Olmi e Patricio Guzmán, os dois cine­as­tas que serão home­na­ge­a­dos com o Prêmio Humanidade na 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, que acon­te­ce de 22 de outu­bro a 4 de novem­bro, têm fil­mes na cole­ção de DVDs do IMS.

Cena de O emprego, de Ermanno Olmi

Com uma fil­mo­gra­fia de mais de 80 títu­los, entre eles o clás­si­co A árvo­re dos taman­cos (1978), Ermanno Olmi exi­be na Mostra seu mais recen­te fil­me, Os cam­pos vol­ta­rão (Tornerano i pra­ti, 2014). De Olmi, o IMS ofe­re­ce o fil­me que con­sa­grou o dire­tor no Festival de Veneza de 1961: O empre­go (Il pos­to), dis­po­ní­vel na Loja do IMS, acom­pa­nha­do por um livre­to com o ensaio O des­cré­di­to do mila­gre econô­mi­co, de Millicent Marcus.

Cena de Nostalgia da luz, de Patricio Guzmán

Um dos gran­des nomes do cine­ma docu­men­tá­rio, autor do clás­si­co A bata­lha do Chile (1973–1979), Patricio Guzmán exi­be na Mostra seu últi­mo tra­ba­lho, O botão de péro­la (El botón de nacar, 2015), Prêmio Especial do Júri no Festival de Berlim.

Nostalgia da luz (2010), ana­li­sa­do por José Carlos Avellar aqui no Blog do IMS, é o fil­me de Guzmán na cole­ção. O DVD, que será lan­ça­do em bre­ve, inclui um livre­to com depoi­men­to de Patricio Guzmán e um cader­no de notas foto­grá­fi­cas de Jorge Bodanzky com fla­gran­tes das mani­fes­ta­ções popu­la­res nas ruas de Santiago sema­nas antes do gol­pe mili­tar de 11 de setem­bro de 1973.

Chile, 1973 (Jorge Bodanzky)

,