Alexandre Rodrigues

Crime verdadeiro

Alexandre Rodrigues

06.12.17

Houve uma época em que a expressão serial killer não queria dizer nada e não passaria pela cabeça de ninguém criar uma série de tevê sobre assassinos.  Em 1995 a abordagem niilista – e noir, gótica, existencial – do filme Seven, de David Fincher, recriou o gênero. 22 anos depois, os assassinatos em série já foram explorados sem limites, inclusive com canais dedicados a exibir  reconstituições de crimes reais.  Neste cenário saturado, o que ainda restaria a ser contado sobre serial killers? A série Mindhunter, do mesmo David Fincher para a Netflix, tenta uma resposta.

Distopias duradouras

Alexandre Rodrigues

04.10.17

Deus, fascismo e os EUA dos anos 1980: Alexandre Rodrigues conta de onde surgiram as ideias para O conto da aia, romance de Margaret Atwood que serve de base para The Handmaid’s Tale, série de tv premiada com o Emmy.

No alto da colina, dentro dos homens

Alexandre Rodrigues

19.08.14

Duas antologias de contos recentes abordam a Israel moderna: de um lado, Do que falamos quando falamos de Anne Frank, do americano Nathan Englander, que humaniza os colonos que observam os ataques em Gaza; do outro, o surreal De repente, uma batida na porta, do israelense Etgar Keret, que propõe novas versões para uma mesma história. 

História de uma geração corrompida

Alexandre Rodrigues

13.06.12

Entre lances de maestria estilística e humor inusitado, o diagnóstico de McEwan é que essa geração, uma elite cosmopolita, culta e sofisticada, fundada nos valores universais dos anos 60, se deixou corromper. Seja por pragmatismo ou oportunismo, o fato é que aceitou o jogo do poder. Os dois amigos são complacentes com suas próprias ações, justificadas por "valores superiores", na medida oposta em que se tornam o juiz dos atos um do outro. É por essa rede de relativismos que Amsterdam continua um livro atual.