Televisão

Breaking Bad, dez anos

Alexandre Rodrigues

30.01.18

Dez anos depois da estreia, Breaking Bad, este conto shakespeariano moderno sobre a transformação de um homem comum em impiedoso chefão do crime, já estaria datado se fosse uma série qualquer, todavia permanece atual. Foi uma das séries mais inovadoras da história da TV, cada vez mais influente nas produções contemporâneas. Mas por quê?

Crime verdadeiro

Alexandre Rodrigues

06.12.17

Houve uma época em que a expressão serial killer não queria dizer nada e não passaria pela cabeça de ninguém criar uma série de tevê sobre assassinos.  Em 1995 a abordagem niilista – e noir, gótica, existencial – do filme Seven, de David Fincher, recriou o gênero. 22 anos depois, os assassinatos em série já foram explorados sem limites, inclusive com canais dedicados a exibir  reconstituições de crimes reais.  Neste cenário saturado, o que ainda restaria a ser contado sobre serial killers? A série Mindhunter, do mesmo David Fincher para a Netflix, tenta uma resposta.

Distopias duradouras

Alexandre Rodrigues

04.10.17

Deus, fascismo e os EUA dos anos 1980: Alexandre Rodrigues conta de onde surgiram as ideias para O conto da aia, romance de Margaret Atwood que serve de base para The Handmaid’s Tale, série de tv premiada com o Emmy.

A doçura do irracional

Ieda Marcondes

10.07.17

A volta da série Twin Peaks, com o subtítulo The return, é um teste para os nostálgicos. Os primeiros episódios são puro David Lynch, sem filtros, despreocupado com a estrutura novelesca ou policialesca que deram forma ao piloto da série original. Temos um dos diretores mais inovadores do nosso tempo trabalhando sem qualquer amarra, e com todo o apoio, para expandir um universo rico e complexo. Cabe, de nossa parte, um ajuste de expectativas, ou no mínimo uma certa abertura ao que ele tem a nos oferecer.

Game of Thrones: os sete reinos da incerteza

Daniel Pellizzari

04.04.13

Game of Thrones, seriado de fantasia épica da HBO que adentra a terceira temporada, subverte as convenções da fantasia épica e aposta no realismo e na incerteza. Mas esta não se limita ao enredo, e a própria conclusão da saga é uma incógnita.