O Rio desenhado por Cássio Loredano

Vídeos

30.07.15

Caricaturista con­sa­gra­do no Brasil e no exte­ri­or, Cássio Loredano vol­ta-se pela pri­mei­ra vez para uma cida­de em Rio, papel e lápis. Os 61 dese­nhos, rea­li­za­dos em 2014 e 2015 sob enco­men­da do Instituto Moreira Salles, dão con­ta de um Rio de Janeiro lon­ge dos cli­chês. O livro, que mar­ca o 450o ani­ver­sá­rio da cida­de, será lan­ça­do no dia 8 de agos­to com a expo­si­ção de mes­mo nome na Pequena Galeria do IMS-RJ.

Praça XV, arco do Teles, 2015. Cássio Loredano. Nanquim, esfe­ro­grá­fi­ca e aqua­re­la sobre papel. (Coleção Cássio Loredano/Instituto Moreira Salles)

É uma “cida­de cons­truí­da”, afir­ma Loredano, expli­can­do o con­cei­to do tra­ba­lho. Casas, igre­jas, tea­tros, sobra­dos, museus e outras edi­fi­ca­ções pas­sa­ram pelo seu tra­ço, reve­lan­do um Rio pou­co conhe­ci­do – da igre­ja de Nossa Senhora da Cabeça, escon­di­da no Jardim Botânico, à pon­te dos Jesuítas, em Santa Cruz.

Veja Cássio Loredano mos­tran­do como será a expo­si­ção em vídeo edi­ta­do por Laura Liuzzi:

With English sub­ti­tles:

, ,